Gestante Parque da Lavandeira

Jessika Pereira

"Não se preocupe corpo, você não precisa ter pressa para voltar a ser o que era antes. Eu bem sei que juntos passamos por mudanças drásticas e seria crueldade esperar muito de você. Durante nove meses você se modificou totalmente para abrigar o ser mais importante da minha vida, você teve os órgãos contraídos e o útero aumentado inúmeras vezes, maior que o seu tamanho normal. Além de toda a bagunça hormonal você ofereceu o alimento e o oxigênio que o meu bebê precisava, teve sua pele extremamente esticada para que meu serzinho pudesse se esticar e crescer forte, juntos sentimos o baque que é ser o intermédio do céu e a terra, você reteu líquido, pesou, a coluna doía por dias, não importava a posição que ficássemos. E como se não bastasse toda essa mudança radical por nove meses, você ao final ainda sangrou, sangrou muito... Teve sua pele rasgada e danificada. Ganhamos cicatrizes e muita exaustão... . Não se preocupe corpo, não precisa ter pressa! Eu respeito você, respeito os momentos que nos doamos juntos. E todas as vezes que eu te olhar e sentir saudades do que você era antes eu irei olhar para o presente lindo que me deu, e assim me lembrarei de tudo que passamos juntos. Não precisa ter pressa para voltar a ser como era, aliás nem precisa voltar se não quiser, eu vi e vivi a sua entrega, e eu admiro muito isso. Não se preocupe corpo, depois de passarmos por choro e sangue juntos, o meu respeito por você está acima de qualquer vaidade.

 Podemos ir devagar corpo ...Não precisa ter pressa!"


Texto: @ascronicasdalisah